A homeopatia é uma ciência médica criada no século XVIII pelo médico alemão Samuel Hahnemann. Ela baseia-se no princípio similia similibus curantur (“semelhante pelo semelhante se cura”). De acordo com esse princípio, a substância que é capaz de causar os sintomas também é capaz de curar pelo método de preparo que acontece nas medicações homeopáticas.

A homeopatia é uma forma de exercer a medicina que permite reestabelecer a saúde de forma mais duradoura e eficaz, uma vez que estimula o organismo a manifestar suas próprias defesas contra os fatores que levam o corpo a adoecer.

Os sintomas apresentados por uma pessoa resultam de um desequilíbrio causado no organismo por meio de fatores próprios do corpo ou mesmo por causas externas. Esse desequilíbrio permite que o corpo adoeça. A homeopatia consegue agir na doença através do equilíbrio do corpo todo. Assim, ela age tratando a pessoa, e não a doença.

É por essa razão que a homeopatia é considerada uma terapêutica holística e integral, uma vez que considera a pessoa toda, integrando mente, espírito e corpo, além das importantíssimas influências do ambiente em que a pessoa vive (como o clima, umidade, poluição, relacionamentos, emprego) e da forma com que ela vive (fatores como alimentação, repouso, atividade física, gostos e costumes tem muita importância).